HISTÓRIA DOS MOVIMENTOS E DAS RELAÇÕES SOCIAIS

A linha de História dos Movimentos e das Relações Sociais congrega as pesquisas caracterizadas pela recuperação histórica da dinâmica social que envolve os diferentes segmentos, setores, grupos ou classes em uma dada sociedade. A ênfase na ideia de relação ressalta a necessidade de superar tanto a análise de grupos de forma independente, como o uso de simples oposições binárias, insistindo antes nas relações recíprocas e duráveis que são estabelecidas entre indivíduos e grupos, sejam elas de dominação, cooperação ou outras. Por movimentos sociais entendemos as variadas formas de ação coletiva em sua acepção mais ampla, incluindo não apenas as organizações formais e permanentes, mas também fenômenos mais efêmeros como as ações de multidões, os motins e as ondas de protesto. As pesquisas desenvolvem-se por cortes cronológicos variados, desde a Antiguidade até o mundo contemporâneo. Destacam-se nesta linha os estudos sobre as experiências e ações tanto de grupos subalternos como de outros grupos sociais, as formas de resistência de camponeses e trabalhadores urbanos, as minorias étnicas e culturais e os conflitos de classe.

  • Julio Cesar Magalhães de Oliveira

Temas de interesse: Experiências e ações de grupos subalternos na Antiguidade; conflitos e movimentos sociais no mundo romano e na Antiguidade Tardia; boatos e comunicação informal; história vista de baixo.

  • Laura de Mello e Souza
  • Leila Maria Gonçalves Leite Hernandez
  • Maria Aparecida de Aquino.

Temas de interesse: Autoritarismos (séculos XX e XXI) e Recrudescimento político do Brasil Contemporâneo (segunda metade do século XX e século XXI).

  • Pedro Luís Puntoni
  • Robert Sean Purdy

Temas de interesse: Estados Unidos; História da América Independente; Movimentos Sociais; História do Trabalho. 

  • Zilda Márcia Grícoli Iokoi