Área dos Alunos

 

Área dos Docentes

Notícias

Minter / Dinter

Os Projetos de Doutorado Interinstitucional - Dinter e de Mestrado Interinstitucional - Minter visam permitir a formação de um grupo ou turma especial de alunos de doutorado ou de mestrado, por curso de pós-graduação reconhecido pelo MEC e já consolidado, sob condições diferentes daquelas previstas na proposta avaliada pela CAPES e que fundamentou o parecer de reconhecimento do curso pelo CNE.
 
Português, Brasil

Auxílio Financeiro (verba PROEX)

O Programa de História Social faz parte dos  Programas de Excelência na CAPES, os quais  recebem determinado montante para custeio. Os valores variam conforme as condições financeiras do país e da própria CAPES.  

O Programa apoiará a participação de alunos em eventos:

  • desde que tenha verba disponível; e
  • no limite de 1 evento/ano por aluno.

Para tanto, o aluno interessado em receber o reembolso deve se dirigir à secretaria de Pós-Graduação com a seguinte documentação:

Português, Brasil

Flávia Preto de Godoy Oliveira, doutora do PPGHS, ganha Prêmio de Melhor Tese SBHC 2018

FLÁVIA PRETO DE GODOY OLIVEIRA, doutora pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da FFLCH-USP, ganhou o prêmio de melhor Tese Sociedade Brasileira de História da Ciência 2018, com o trabalho intitulado "Natureza Peregrina: a fauna e a flora das Índias Ocidentais nas crônicas oficiais hispânicas (1570 - 1620)", sob orientação da Profa. Dra. Ana Paula Torres Megiani.

Indicação de Orientador e Envio de Projeto - Processo Seletivo 2019

Arquivos devem ter menos que 6 MB.
Tipos de arquivos permitidos: pdf doc docx.
Arquivos devem ter menos que 2 MB.
Tipos de arquivos permitidos: jpg jpeg png bmp pdf.
Arquivos devem ter menos que 2 MB.
Tipos de arquivos permitidos: jpg jpeg png bmp tif pdf.

Ex-discente do programa vence o Prêmio CAPES 2018

Temos o prazer de anunciar que a nossa ex-aluna Gabriela Aparecida dos Santos, orientada pela Profa. Dra. Leila Maria Gonçalves Leite Hernandez, foi ganhadora do Prêmio CAPES 2018, referente a teses defendidas em 2017, com o trabalho intitulado "Lança presa ao chão': guerreiros, redes de poder e a construção de Gaza (travessias entre a África do Sul, Moçambique, Suazilândia e Zimbábue, século XIX)".