Rafael de Bivar Marquese

Graduou-se em História pela Universidade de São Paulo em 1993, onde fez seu mestrado (1997) e doutorado (2001).  Livre-Docente em História da América Colonial (2012), professor do Departamento de História da Universidade de São Paulo desde 2003. Pesquisador 1D do CNPq, vice-editor da Revista de História (USP) e coordenador do Laboratório de Estudos sobre o Brasil e o Sistema Mundial (Lab-Mundi/USP). Suas pesquisas se concentram no tema da escravidão negra nas Américas. Autor de Administração & Escravidão. Ideias sobre a administração da agricultura escravista brasileira (Hucitec, 1999), Feitores do Corpo, Missionários da Mente. Senhores, letrados e o controle dos escravos nas Américas, 1660-1860 (Companhia das Letras, 2004) e, em coautoria com Tâmis Parron e Márcia Berbel, Slavery and Politics. Brazil and Cuba, 1790-1850 (University of New Mexico Press, 2016). Também organizou Escravidão e Capitalismo Histórico no século XIX: Cuba, Brasil e Estados Unidos (Civilização Brasileira, 2016). Trabalha atualmente em dois projetos de livro. O primeiro é uma biografia do artista e inventor Hercule Florence (1804-1879). O segundo é uma história da escravidão e da economia global do café (1530-1930).

Sala: 
N3
Email: 
marquese@usp.br
Linha de Pesquisa: 
Escravidão e História Atlântica
CCP: 
Suplente 7